This website uses cookies to ensure you get the best experience on our website. Learn more

Radio Station of GEAN E JEOVANE

x
  • GEAN E JEOVANE - BRUNO E MARRONE , RICK E RENNER

    1:2:27

    Galera bem vindo ao meu Canal deixem o Like e Se inscreva

  • x
  • ????SELEÇÃO MELHORES SERTANEJOS SUCESSOS Eduardo Costa, Bruno e Marrone, Zezé Di Camargo e Luciano

    1:32:10

  • x
  • ZEZÉ DI CAMARGO E LUCIANO - COLETÂNEA ESPECIAL 01

    2:21:06

    01 - Sem Medo de Ser Feliz 00:00
    02 - Quem Sou eu Sem Ela 04:29
    03 - Muda de Vida 07:54
    04 - Faz Mais Uma Vez Comigo 10:49
    05 - Mais do Que Eu 14:48
    06 - Vem Cuidar de Mim 18:29
    07 - Pão de Mel 22:20
    08 - Vem Ficar Comigo 26:19
    09 - Tudo de Novo 30:21
    10 - Melhor que Antes 35:06
    11 - Salva Meu Coração 39:26
    12 - Foi a Primeira Vez 43:06
    13 - Coração Está em Pedaços 47:20
    14 - Pedaço de Mim 51:08
    15 - Depois Que Você Matar Meu Coração 54:41
    16 - Cara ou Coroa 58:47
    17 - Andorinha Machucada 01:02:02
    18 - Fazer Amor 01:05:34
    19 - Serafim e Seus Filhos 01:09:13
    20 - Irresistível 01:13:29
    21 - Seu Melhor Presente 01:17:12
    22 - Pra não Pensar em Você 01:21:35
    23 - Dois Corações e Uma História 01:26:30
    24 - Pior é Te Perder 01:30:30
    25 - Cada Volta é um Recomeço 01:34:35
    26 - Primeiro Amor 01:39:04
    27 - Toma Juízo 01:42:43
    28 - Indiferença 01:46:29
    29 - Preciso Ser Amado 01:50:34
    30 - Felicidade, Que Saudade de Você 01:56:03
    31 - Pare! 02:00:41
    32 - Será Que Foi Saudade 02:04:47
    33 - Amor Selvagem 02:08:53
    34 - É o Amor 02:13:12
    35 - Voando Sem Asas 02:16:34

  • Top Sertanejo Músicas Românticas Só as Xonadas Pra Recordar

    45:19

    Top Sertanejo Músicas Românticas Só as Xonadas Pra Recordar

  • x
  • Especial Gusttavo Lima - Daniel - Leonardo - Só Modão - Modão Sertanejo 2020

    1:51:58

    Especial Gusttavo Lima - Daniel - Leonardo - Só Modão - Modão Sertanejo 2020
    Playlist contendo só modão cantada por Gusttavo Lima, Daniel e Leonardo.
    ►Ouça as melhores músicas Gusttavo Lima, Henrique e Juliano, Jorge e Mateus e Zé Neto e Cristiano

    ►Frete GRÁTIS para milhões de produtos :
    ►Filmes, séries, acesso a centenas
    de eBooks e revistas :
    #GusttavoLimaeDaniel #GusttavoLimaeLeonardo #DanieleLeonardo

  • Rick e Renner Só as Melhores

    1:19:18

    Os grande sucessos da dupla

  • x
  • JOAO PAULO E DANIEL GIAN E GIOVANI

    53:18

    ???? ****SEJAM TODOS SEMPRE BEM VINDOS AO CANAL**** ????
    Muito obrigado a todas as pessoas que se inscreveram
    no canal e se vc não é inscrito se inscreva para sempre
    poder ouvir os grandes sucessos da musica nacional
    ---------------------------------

  • Live CABARÉ - Leonardo e Eduardo Costa - Completa Sem Comercial

    1:54:03

    Se inscreva no canal e ative o sininho pra receber as atualizações!

    #live #leonardo #eduardocosta #cabare

  • LÉO MAGALHÃES - SUCESSOS - diz pra mim fonte de desejos mais pro bar do que pra casa

    9:51

    ASSISTA A PLAYLIST QUE PODE MUDAR A SUA VIDA

    Ouça a Playlist Sertaneja no Spotfy
    ----------------------------------------------------------------------------------------------------------------
    VEJA HISTÓRIAS E CURIOSIDADES DA MÚSICA
    Curta o face
    ---------------------------------------------------
    O sertanejo é atualmente o mais popular estilo musical no Brasil, superando inclusive o samba, na maioria dos estados do país (especialmente São Paulo, Minas Gerais, Goiás, Paraná, Mato Grosso do Sul, Mato Grosso, Rondônia e Tocantins)
    O gênero musical sertanejo mais famoso é o sertanejo caipira, ou música caipira, esse gênero musical historicamente teve início com o Bandeirismo, um movimento de desbravamento no interior do Brasil pelos bandeirantes paulistas, no século XVI. Antonio Candido definiu como Paulistânia todo o eixo de expansão e difusão da cultura bandeirante. Região esta onde se fixou o que entendemos por cultura caipira. Os estados de São Paulo, Goiás, Mato Grosso do Sul, metade Norte do Paraná, parte de Tocantins, parte do Mato Grosso e regiões como Sul de Minas e Triângulo Mineiro, são os locais onde se ambientaram esses valores. Parte desses bandeirantes abandonaram a lida das bandeiras, isolando-se e formando roças, foi nas roças do interior paulista que surgiu o homem caipira, e foi la que a música caipira ganhou corpo e notoriedade, pelos canto de seus causos e suas lidas do interior, sendo gravada pela primeira vez em 1929 por Cornélio Pires.

    Inicialmente tal estilo de música foi propagado por uma série de duplas, com a utilização de violas e dueto vocal. Esta tradição segue até dias atuais, tendo a dupla geralmente caracterizada por cantores com voz tenor (mais aguda), nasal e uso acentuado de um falsete típico. Enquanto o estilo vocal manteve-se relativamente estável ao longo das décadas, o ritmo, a instrumentação e o contorno melódico incorporaram aos poucos elementos de gêneros disseminados pela indústria cultural.

    Tais modificações dentro do gênero musical têm provocado muitas confusões e discussões no país a cerca do que seria música caipira/sertaneja. Críticos literários, críticos musicais, jornalistas, produtores de discos, cantores de duplas sertanejas, compositores e admiradores debatem sobre as quais seriam as formas artísticas de expressão do gênero, que levam em conta as mudanças ocorridas ao longo de sua história. Muitos estudiosos seguem a tendência tradicional de integrar as músicas caipira e sertaneja como subgêneros dentro um só conjunto musical, estabelecendo fases e divisões: de 1929 até 1944, como música caipira (ou música sertaneja raiz); do pós-guerra até a década de 1960, como uma fase de transição da velha música caipira rumo à constituição do atual gênero sertanejo; e do final dos anos sessenta até a atualidade, como música sertaneja romântica.[3] Outros no meio acadêmico, no entanto, consideram música caipira e música sertaneja gêneros completamente independentes, baseado na ideia de que a primeira seria a música rural autêntica e/ou do homem rural autêntico, enquanto a segunda seria aquela feita, como produto de consumo, nos grandes centros urbanos brasileiros por não-caipiras

    Se for adotado o critério de que música caipira e sertaneja são sinônimos, pode-se dividir este gênero musical em alguns subgêneros principais: Caipira (ou Sertanejo de Raiz), Sertanejo Romântico e Sertanejo Universitário.

    Foi em 1929 que surgiu a primeira música sertaneja como se conhece hoje. Ela nasceu a partir de gravações feitas pelo jornalista e escritor Cornélio Pires de causos e fragmentos de cantos tradicionais rurais do interior paulista, sul e triângulo mineiros, sudeste goiano e matogrossense.[1] Na época destas gravações pioneiras, o gênero era conhecido como música caipira, cujas letras evocavam o modo de vida do homem do interior (muitas vezes em oposição à vida do homem da cidade), assim como a beleza bucólica e romântica da paisagem interiorana (atualmente, este tipo de composição é classificada como música sertaneja de raiz, com as letras enfatizadas no cotidiano e na maneira de cantar)

    Além de Cornélio Pires e sua Turma Caipira, destacaram-se nessa tendência, mesmo gravando em época posterior, Alvarenga e Ranchinho, Torres e Florêncio, Tonico e Tinoco, Vieira e Vieirinha, entre outros, e canções populares como Sergio Forero, de Cornélio Pires, O Bonde Camarão de Cornélio Pires e Mariano, Sertão do Laranjinha, de Ariovaldo Pires e Cabocla Tereza, de Ariovaldo Pires e João Pacífico.
    Atualmente, a música sertaneja de raiz ainda sobrevive, sendo divulgada, por exemplo, por Mazinho Quevedo, Miltinho Edilberto, Daniel ou Inezita Barroso, com seu programa Viola Minha Viola.

  • x
  • BRUNO E MARRONE AS MELHORES DA CARREIRA

    1:24:18

    AS MELHORES DE BRUNO E MARRONE

  • Zeze di Camargo & Luciano Rio Negro & Solimões Rick & Renner As Mlehores

    56:44

  • Musicas variadas - zezé de camargo e luciano , bruno e marrone ,leandro e leonardo

    2:15:01

    Varias musicas

  • Léo Magalhães, Leonardo & Eduardo Costa - Pra Se Apaixonar

    1:3:18

  • DVD BUTECO DO GUSTTAVO LIMA 2015 HD

    1:41:37

    Melhor playlist do Spotify:

    Buteco do Gusttavo Lima é o quarto álbum do cantor Gusttavo Lima, lançado oficialmente em 24 de julho de 2015[1] . A gravação aconteceu na boate Villa Mix em Goiânia, no dia 2 de julho de 2014. Trazendo as participações de Leonardo, Jorge & Mateus, Zezé Di Camargo & Luciano, Bruno & Marrone e Seu Alcino, pai do cantor.

    Faixas
    N.º Título Compositor(es) Duração
    1. Carta Branca - Beto Caju Marquinhos Maraial - 3:53
    2. Pot-Pourri: Pão de Mel / Locutor - Zezé di Camargo / Bruno Caliman - 3:28
    3. Tô Por aí - Valéria Felipe - 4:09
    4. Rumo a Goiânia (participação de Leonardo) - Paiva - 3:37
    5. Fui Fiel - Filipe Benteque Magno Santanna Fabio O'Brian Pablo - 3:16
    6. A Cor da Esperança - Ray - 3:39
    7. Tá Faltando Eu (participação de Jorge & Mateus) - Fátima Leão - 3:08
    8. Jejum de Amor - Fred Liel - 2:44
    9. Do Outro Lado da Moeda (participação de Zezé Di Camargo & Luciano) - Nildomar Dantas Ivan Medeiros Júlio Martins - 4:11
    10. Pot-Pourri: Página de Amigos / Tentei te Esquecer - Rick / Alexandre Cruz Gago - 4:30
    11. Nem Dormindo Consigo te Esquecer (participação de Bruno & Marrone) - César Augusto - 4:16
    12. Pot-Pourri: Morena Bonita / Cama Fria / Doce Amada (participação de Alcino Landim) - Barrinha / André Loirinho / Praense Prado Júnior - 6:11
    13. Pot-Pourri: Leva Minha Timidez / É Amor Demais - Zezé Di Camargo José Ricardo Corrêa / Carlos Randall Danimar - 3:31
    14. Buteco do Gusttavo - Gusttavo Lima - 4:35

  • Rick e Renner = Só as Melhores uni com

    1:19:18

    ASSISTA A PLAYLIST QUE PODE MUDAR AS SUAS VIDAS

    Ouça a Playlist Sertaneja no Spotfy E
    VEJA HISTÓRIAS E CURIOSIDADES DA MÚSICA

  • TOPS SERTANEJO 2019 MELHORES SELEÇÕES

    1:5:31

    INSCREVA SE NO CANAL.

    CURTI..

    COMENTA.

    COMPARTILHE.

    RUMO A 50MIL

  • RICK E RENNER Grandes Sucessos Que Marcaram A Carreira

    56:50

    ASSISTA A PLAYLIST QUE PODE MUDAR A SUA VIDA

    Ouça a Playlist Sertaneja no Spotfy
    ----------------------------------------------------------------------------------------------------------------
    VEJA HISTÓRIAS E CURIOSIDADES DA MÚSICA
    Curta o face
    ---------------------------------------------------
    O sertanejo é atualmente o mais popular estilo musical no Brasil, superando inclusive o samba, na maioria dos estados do país (especialmente São Paulo, Minas Gerais, Goiás, Paraná, Mato Grosso do Sul, Mato Grosso, Rondônia e Tocantins)
    O gênero musical sertanejo mais famoso é o sertanejo caipira, ou música caipira, esse gênero musical historicamente teve início com o Bandeirismo, um movimento de desbravamento no interior do Brasil pelos bandeirantes paulistas, no século XVI. Antonio Candido definiu como Paulistânia todo o eixo de expansão e difusão da cultura bandeirante. Região esta onde se fixou o que entendemos por cultura caipira. Os estados de São Paulo, Goiás, Mato Grosso do Sul, metade Norte do Paraná, parte de Tocantins, parte do Mato Grosso e regiões como Sul de Minas e Triângulo Mineiro, são os locais onde se ambientaram esses valores. Parte desses bandeirantes abandonaram a lida das bandeiras, isolando-se e formando roças, foi nas roças do interior paulista que surgiu o homem caipira, e foi la que a música caipira ganhou corpo e notoriedade, pelos canto de seus causos e suas lidas do interior, sendo gravada pela primeira vez em 1929 por Cornélio Pires.

    Inicialmente tal estilo de música foi propagado por uma série de duplas, com a utilização de violas e dueto vocal. Esta tradição segue até dias atuais, tendo a dupla geralmente caracterizada por cantores com voz tenor (mais aguda), nasal e uso acentuado de um falsete típico. Enquanto o estilo vocal manteve-se relativamente estável ao longo das décadas, o ritmo, a instrumentação e o contorno melódico incorporaram aos poucos elementos de gêneros disseminados pela indústria cultural.

    Tais modificações dentro do gênero musical têm provocado muitas confusões e discussões no país a cerca do que seria música caipira/sertaneja. Críticos literários, críticos musicais, jornalistas, produtores de discos, cantores de duplas sertanejas, compositores e admiradores debatem sobre as quais seriam as formas artísticas de expressão do gênero, que levam em conta as mudanças ocorridas ao longo de sua história. Muitos estudiosos seguem a tendência tradicional de integrar as músicas caipira e sertaneja como subgêneros dentro um só conjunto musical, estabelecendo fases e divisões: de 1929 até 1944, como música caipira (ou música sertaneja raiz); do pós-guerra até a década de 1960, como uma fase de transição da velha música caipira rumo à constituição do atual gênero sertanejo; e do final dos anos sessenta até a atualidade, como música sertaneja romântica.[3] Outros no meio acadêmico, no entanto, consideram música caipira e música sertaneja gêneros completamente independentes, baseado na ideia de que a primeira seria a música rural autêntica e/ou do homem rural autêntico, enquanto a segunda seria aquela feita, como produto de consumo, nos grandes centros urbanos brasileiros por não-caipiras

    Se for adotado o critério de que música caipira e sertaneja são sinônimos, pode-se dividir este gênero musical em alguns subgêneros principais: Caipira (ou Sertanejo de Raiz), Sertanejo Romântico e Sertanejo Universitário.

    Foi em 1929 que surgiu a primeira música sertaneja como se conhece hoje. Ela nasceu a partir de gravações feitas pelo jornalista e escritor Cornélio Pires de causos e fragmentos de cantos tradicionais rurais do interior paulista, sul e triângulo mineiros, sudeste goiano e matogrossense.[1] Na época destas gravações pioneiras, o gênero era conhecido como música caipira, cujas letras evocavam o modo de vida do homem do interior (muitas vezes em oposição à vida do homem da cidade), assim como a beleza bucólica e romântica da paisagem interiorana (atualmente, este tipo de composição é classificada como música sertaneja de raiz, com as letras enfatizadas no cotidiano e na maneira de cantar)

    Além de Cornélio Pires e sua Turma Caipira, destacaram-se nessa tendência, mesmo gravando em época posterior, Alvarenga e Ranchinho, Torres e Florêncio, Tonico e Tinoco, Vieira e Vieirinha, entre outros, e canções populares como Sergio Forero, de Cornélio Pires, O Bonde Camarão de Cornélio Pires e Mariano, Sertão do Laranjinha, de Ariovaldo Pires e Cabocla Tereza, de Ariovaldo Pires e João Pacífico.
    Atualmente, a música sertaneja de raiz ainda sobrevive, sendo divulgada, por exemplo, por Mazinho Quevedo, Miltinho Edilberto, Daniel ou Inezita Barroso, com seu programa Viola Minha Viola.

  • Top Sertanejo Modas Românticas Seleção Só Recordações

    1:24:09

    Top Sertanejo Modas Românticas Seleção Só Recordações
    Top Sertanejo Modas Românticas Seleção Só Recordações
    Top Sertanejo Modas Românticas Seleção Só Recordações

  • João Paulo e Daniel - Só as melhores

    59:05

    Os Maiores Sucessos da dupla João Paulo e Daniel

    Se inscrevam no Canal e Deixem seu Gostei (y)

  • Gian & Giovani - CD Completo 1993

    49:05

    Volume 4 - Gian e Giovani
    (C) 1993 - Chantecler

    1) Sai Dessa Coração (00:01)
    2) De Que Planeta Você Veio? (03:41)
    3) Meto O Pé Na Porta (07:11)
    4) Você Vai Me Perdoar (11:07)
    5) Agora Sei Que Eu Te Amava (15:15)
    6) Meu Coração Só Quer Você (19:01)
    7) Cansei De Namorar A Solidão (22:28)
    8) Faz De Conta (L'Italiano) (26:33)
    9) Grão De Areia (30:36)
    10) O Silêncio Da Lua (33:35)
    11) Será Que Sou Culpado? (37:30)
    12) Antes Da Chuva Voltar A Cair (41:23)
    13) Dois Irmãos (45:01)



  • x
  • OS GIGANTES DO SERTANEJOS A Explosão Dos Anos 80 e 90 Sucessos Inesquecíveis

    59:16

  • Bruno & Marrone 2004 Ao Vivo No Olympia

    1:13:30

    Vídeo não oficial sem intenção de violar os termos de direitos autorais, sendo assim se sentir os direitos violados não nos envie strike, nos envie um e-mail que retiraremos o vídeo no mesmo instante pois não temos a intenção de violar os direitos e sim divulgar os artistas/bandas!

    OUTROS CD DA DUPLA

    Bruno & Marrone 2003 Cd Inevítavel


    Bruno & Marrone 2002 Sonhos, Planos e Fantasias


    Bruno e Marrone Cd Acústico 2001 Ao Vivo


    Bruno & Marrone Acústico 2000 Cd Completo


    Bruno e Marrone 1999 Cd Completo


    Bruno e Marrone 1998 CD Completo


    Bruno e Marrone 1997 Completo


    Bruno e Marrone 1995 Completo


    MÚSICAS
    01 - Inevitável
    02 - Agora Vai - Passou Da Conta
    03 - Coração De Pedra
    04 - Deixa
    05 - Trânsito Parado
    06 - O Amor Está Aqui
    07 - Credo Em Cruz, Ave Maria - Pra Lá Que Eu Vou
    08 - Meu Disfarce
    09 - Te Amar Foi Ilusão
    10 - Será
    11 - Por Um Minuto
    12 - Se Tiver Coragem, Joga Fora
    13 - Ligação Urbana
    14 - Então Pode Ir
    15 - Sonhos Perdidos
    16 - Grito De Alerta
    17 - Se Não Tivesse Ido
    18 - Menina
    19 - Vai Dar Namoro

  • SELEÇÃO MELHORES SERTANEJOS SUCESSOS Leandro & Leonardo, Bruno e Marrone, Zezé Di Camargo e Luciano

    2:23:19

    SELEÇÃO MELHORES SERTANEJOS SUCESSOS Leandro & Leonardo, Bruno e Marrone, Zezé Di Camargo e Luciano


    SELEÇÃO MELHORES SERTANEJOS SUCESSOS Leandro & Leonardo, Bruno e Marrone, Zezé Di Camargo e Luciano
    SELEÇÃO MELHORES SERTANEJOS SUCESSOS Leandro & Leonardo, Bruno e Marrone, Zezé Di Camargo e Luciano

  • SPC as Mais Românticas só as boas

    59:17

    SPC AS MAIS Romanticas só as boas

    ATENÇAO DIREITOS AUTORAIS SE NÃO ESTIVER DE ACORDO COM AS MUSICAS POR FAVOR ENVIE UM EMAIL

  • ZEZE DI CAMARGO E LUCIANO - AS MELHORES ANTIGAS con uni

    2:10:08

    ASSISTA A PLAYLIST QUE PODE MUDAR AS SUAS VIDAS

    Ouça a Playlist Sertaneja no Spotfy E
    VEJA HISTÓRIAS E CURIOSIDADES DA MÚSICA

  • Top Sertanejo Modas Românticas Só Recordações

    41:52

  • Victor e Leo 《Grandes sucessos》

    52:16

    Se inscreva no canal

  • João Paulo e Daniel As melhores

    1:34:27

    João Paulo e Daniel As melhores
    Grandes sucessos de João Paulo e Daniel

  • Zezé Di Camargo e Luciano – Coletânea Músicas Românticas ᴴᴰ

    1:33:59

    *NOME DAS MÚSICAS ABAIXO:

    01 - Pare 0:00

    02 - Amor Selvagem 4:10

    03 - Eu Nasci Pra Amar Você 8:31

    04 - Tarde Demais 11:48

    05 - Antes de Voltar Pra Casa 15:27

    06 - Voçê Não é Mais Assim 19:38

    07 - Saudade de nós Dois 23:44

    08 - Deve Ser Amor 27:42

    09 - Diz Pro Meu Olhar 32:12

    10 - Passou da Conta 35:50

    11 - Eu Era Assim 40:29

    12 - A Ferro e Fogo 44:14

    13 - Pra Mudar a Minha Vida 47:57

    14 - Demorou Demais 51:48

    15 - Pra Sempre 55:40

    16 - Uma Grande Mentira 59:16

    17 - Esse Cara Não existe Mais 1:03:15

    18 - Fui Eu 1:07:00

    19 - Mil Anos de Amor 1:11:28

    20 - Não Quero Te Perder 1:15:23

    21 - Tapa Na Cara 1:19:50

    22 - Mentes Tão Bem 1:23:16

    23 - Sou Seu Amor Você é Minha Vida 1:27:05

    24 - Bola de Fogo 1:30:42

  • TOP SERTANEJAS - SÓ MODAS - Apaixonadas Inesqueciveis

    42:40

    ESCUTE AS MELHORES SELEÇÕES SERTANEJAS

    ===========================================
    MUDE A SUA VIDA SEM SAIR DE CASA
    TRABALHANDO PELO CELULAR OU COMPUTADOR
    = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = =
    AS MELHORES MÚSICAS SERTANEJAS ESTÃO AQUI

    INSCREVA-SE NESSE CANAL :

    Playlist Para FESTAS :

    AVISO DE DIREITOS AUTORAIS : Respeitamos TODOS OS DIREITOS AUTORAIS, ESSES VÍDEOS foi descarregado da própria Internet E ALGUNS EU FIZ A SELEÇÃO e usamos como conteúdo de uso Aceitável dentro das diretrizes do YouTube.Mas se mesmo assim Alguém se sentir prejudicado PODE pedir a remoção imediata do nosso canal

    Agradecemos a Todos.

    EMAIL: muitointeressantetv@gmail.com

  • Gian e Giovani As melhores

    1:20:54

    Sucessos Gian e Giovani

  • Milionário & José Rico - Decida - Jogo Do Amor - Tribunal Do Amor - Meu Martírio

    8:33

    © 2014 créditos ao canal Caldas Country.
    Acesse:

    Facebook:

    Instagram:

    Ouça:


    #PraSempreSertanejo

  • Especial Live Só Modão #3 - Sem Comentários e sem Comercial

    1:8:27

    Vamos de Modão aqui tem os melhores! Musica Sertaneja com os melhores artistas do Brasil, Bruno & Marrone, Jorge & Mateus, João Neto & Frederico, João Bosco & Vinícius, Marcos & Belutti, Rio Negro & Solimões entre outros.
    inscreva-se no canal curta e compartilha nossos videos
    Estamos no instagram: Segue o Sertanejo / Segue o Rodrigo

  • Top Sertanejo Antigas Românticas Inesquecíveis

    41:16

  • Leandro E Leonardo Só Saudades

    5:4:45

  • Top Sertanejo Modas Românticas Seleção Só Recordações

    41:17

  • Zeze Di Camargo e Luciano So As Melhores As Melhores Antigas con uni 360p

    2:10:08

    ASSISTA A PLAYLIST QUE PODE MUDAR A SUA VIDA

    Ouça a Playlist Sertaneja no Spotfy
    ----------------------------------------------------------------------------------------------------------------
    VEJA HISTÓRIAS E CURIOSIDADES DA MÚSICA
    Curta o face
    ---------------------------------------------------
    O sertanejo é atualmente o mais popular estilo musical no Brasil, superando inclusive o samba, na maioria dos estados do país (especialmente São Paulo, Minas Gerais, Goiás, Paraná, Mato Grosso do Sul, Mato Grosso, Rondônia e Tocantins)
    O gênero musical sertanejo mais famoso é o sertanejo caipira, ou música caipira, esse gênero musical historicamente teve início com o Bandeirismo, um movimento de desbravamento no interior do Brasil pelos bandeirantes paulistas, no século XVI. Antonio Candido definiu como Paulistânia todo o eixo de expansão e difusão da cultura bandeirante. Região esta onde se fixou o que entendemos por cultura caipira. Os estados de São Paulo, Goiás, Mato Grosso do Sul, metade Norte do Paraná, parte de Tocantins, parte do Mato Grosso e regiões como Sul de Minas e Triângulo Mineiro, são os locais onde se ambientaram esses valores. Parte desses bandeirantes abandonaram a lida das bandeiras, isolando-se e formando roças, foi nas roças do interior paulista que surgiu o homem caipira, e foi la que a música caipira ganhou corpo e notoriedade, pelos canto de seus causos e suas lidas do interior, sendo gravada pela primeira vez em 1929 por Cornélio Pires.

    Inicialmente tal estilo de música foi propagado por uma série de duplas, com a utilização de violas e dueto vocal. Esta tradição segue até dias atuais, tendo a dupla geralmente caracterizada por cantores com voz tenor (mais aguda), nasal e uso acentuado de um falsete típico. Enquanto o estilo vocal manteve-se relativamente estável ao longo das décadas, o ritmo, a instrumentação e o contorno melódico incorporaram aos poucos elementos de gêneros disseminados pela indústria cultural.

    Tais modificações dentro do gênero musical têm provocado muitas confusões e discussões no país a cerca do que seria música caipira/sertaneja. Críticos literários, críticos musicais, jornalistas, produtores de discos, cantores de duplas sertanejas, compositores e admiradores debatem sobre as quais seriam as formas artísticas de expressão do gênero, que levam em conta as mudanças ocorridas ao longo de sua história. Muitos estudiosos seguem a tendência tradicional de integrar as músicas caipira e sertaneja como subgêneros dentro um só conjunto musical, estabelecendo fases e divisões: de 1929 até 1944, como música caipira (ou música sertaneja raiz); do pós-guerra até a década de 1960, como uma fase de transição da velha música caipira rumo à constituição do atual gênero sertanejo; e do final dos anos sessenta até a atualidade, como música sertaneja romântica.[3] Outros no meio acadêmico, no entanto, consideram música caipira e música sertaneja gêneros completamente independentes, baseado na ideia de que a primeira seria a música rural autêntica e/ou do homem rural autêntico, enquanto a segunda seria aquela feita, como produto de consumo, nos grandes centros urbanos brasileiros por não-caipiras

    Se for adotado o critério de que música caipira e sertaneja são sinônimos, pode-se dividir este gênero musical em alguns subgêneros principais: Caipira (ou Sertanejo de Raiz), Sertanejo Romântico e Sertanejo Universitário.

    Foi em 1929 que surgiu a primeira música sertaneja como se conhece hoje. Ela nasceu a partir de gravações feitas pelo jornalista e escritor Cornélio Pires de causos e fragmentos de cantos tradicionais rurais do interior paulista, sul e triângulo mineiros, sudeste goiano e matogrossense.[1] Na época destas gravações pioneiras, o gênero era conhecido como música caipira, cujas letras evocavam o modo de vida do homem do interior (muitas vezes em oposição à vida do homem da cidade), assim como a beleza bucólica e romântica da paisagem interiorana (atualmente, este tipo de composição é classificada como música sertaneja de raiz, com as letras enfatizadas no cotidiano e na maneira de cantar)

    Além de Cornélio Pires e sua Turma Caipira, destacaram-se nessa tendência, mesmo gravando em época posterior, Alvarenga e Ranchinho, Torres e Florêncio, Tonico e Tinoco, Vieira e Vieirinha, entre outros, e canções populares como Sergio Forero, de Cornélio Pires, O Bonde Camarão de Cornélio Pires e Mariano, Sertão do Laranjinha, de Ariovaldo Pires e Cabocla Tereza, de Ariovaldo Pires e João Pacífico.
    Atualmente, a música sertaneja de raiz ainda sobrevive, sendo divulgada, por exemplo, por Mazinho Quevedo, Miltinho Edilberto, Daniel ou Inezita Barroso, com seu programa Viola Minha Viola.

  • Gian e Giovani Românticas 1

    1:11:03

    Vídeo Enviado Por (Inaiber Falcão)

  • MODÃO SERTANEJOS 2020 || AS MELHORES 2020 || ROMÂNTICAS ANOS 70S 80S 90S

    00

    MODÃO SERTANEJOS 2020 || AS MELHORES 2020 || ROMÂNTICAS ANOS 70'S 80'S 90'S
    ▽ Best Siga as melhores músicas
    ➞Inscreva-se para obter mais informações:

  • JOÃO PAULO E DANIEL - Os Maiores Sucessos da Carreira

    55:08

    JOÃO PAULO E DANIEL - Os Maiores Sucessos da Carreira
    JOÃO PAULO E DANIEL - Os Maiores Sucessos da Carreira

  • BRUNO E MARRONE SÓ AS MELHORES 2019 - BRUNO E MARRONE SUCESSOS ACÚSTICO AO VIVO

    47:54

    BRUNO E MARRONE SÓ AS MELHORES 2019 - BRUNO E MARRONE SUCESSOS ACÚSTICO AO VIVO

    ❤❤❤ Segue: MEGA MÚSICA ❤❤❤

    ► Inscreva-se:

    ► Um novo vídeo para você aqui:

    ► Se gostar, não se esqueça de deixar as opiniões no comentário, inscrever-se no canal para receber as novidades, deixar o seu like e ativar o sininho de notificações ❤

    Bruno e Marrone 2019, Bruno e Marrone 2018, Bruno e Marrone, CD Bruno e Marrone 2019, Bruno Marrone 2019, Bruno Marrone 2019, CD Completo Bruno e Marrone 2019, Bruno e Marrone CD Completo 2019,Bruno é Marrone 2019, Bruno e Marrone novas 2019, Bruno é Marrone 2019, Bruno e Marrone as melhores 2019, Bruno e Marrone 2019 Completo, Bruno e Marrone novas 2019, Bruno e Marrone Completo 2019, CD Bruno e Marrone 2018, Bruno e Marrone 2018 CD Completo, Bruno e Marrone as melhores,

    #BrunoEMarrone2019,#BrunoEMarrone, #CDBrunoEMarrone2019,

  • ????SELEÇÃO MELHORES SERTANEJOS SUCESSOS Eduardo Costa, Bruno e Marrone, Zezé Di Camargo e Luciano

    1:32:10

  • Léo Magalhães, Leonardo & Eduardo Costa Pra Se Apaixonar

    1:3:18

    Léo Magalhães, Leonardo & Eduardo Costa Pra Se Apaixonar

  • Modão sertanejos. Anos 80 90 e 2000 inesquecíveis

    59:49

    Modão Sertanejos. Anos 80 90 E 2000 Inesquecíveis
    Modão Sertanejos. Anos 80 90 E 2000 Inesquecíveis
    Modão Sertanejos. Anos 80 90 E 2000 Inesquecíveis

    thanks for watching!

  • Bruno e Marrone Acustico 2019 CD Completo

    47:55

  • Bruno e Marrone - Só As Melhores

    1:24:18

    ASSISTA A PLAYLIST QUE PODE MUDAR A SUA VIDA

    Ouça a Playlist Sertaneja no Spotfy
    ----------------------------------------------------------------------------------------------------------------
    VEJA HISTÓRIAS E CURIOSIDADES DA MÚSICA
    Curta o face
    ---------------------------------------------------
    O sertanejo é atualmente o mais popular estilo musical no Brasil, superando inclusive o samba, na maioria dos estados do país (especialmente São Paulo, Minas Gerais, Goiás, Paraná, Mato Grosso do Sul, Mato Grosso, Rondônia e Tocantins)
    O gênero musical sertanejo mais famoso é o sertanejo caipira, ou música caipira, esse gênero musical historicamente teve início com o Bandeirismo, um movimento de desbravamento no interior do Brasil pelos bandeirantes paulistas, no século XVI. Antonio Candido definiu como Paulistânia todo o eixo de expansão e difusão da cultura bandeirante. Região esta onde se fixou o que entendemos por cultura caipira. Os estados de São Paulo, Goiás, Mato Grosso do Sul, metade Norte do Paraná, parte de Tocantins, parte do Mato Grosso e regiões como Sul de Minas e Triângulo Mineiro, são os locais onde se ambientaram esses valores. Parte desses bandeirantes abandonaram a lida das bandeiras, isolando-se e formando roças, foi nas roças do interior paulista que surgiu o homem caipira, e foi la que a música caipira ganhou corpo e notoriedade, pelos canto de seus causos e suas lidas do interior, sendo gravada pela primeira vez em 1929 por Cornélio Pires.

    Inicialmente tal estilo de música foi propagado por uma série de duplas, com a utilização de violas e dueto vocal. Esta tradição segue até dias atuais, tendo a dupla geralmente caracterizada por cantores com voz tenor (mais aguda), nasal e uso acentuado de um falsete típico. Enquanto o estilo vocal manteve-se relativamente estável ao longo das décadas, o ritmo, a instrumentação e o contorno melódico incorporaram aos poucos elementos de gêneros disseminados pela indústria cultural.

    Tais modificações dentro do gênero musical têm provocado muitas confusões e discussões no país a cerca do que seria música caipira/sertaneja. Críticos literários, críticos musicais, jornalistas, produtores de discos, cantores de duplas sertanejas, compositores e admiradores debatem sobre as quais seriam as formas artísticas de expressão do gênero, que levam em conta as mudanças ocorridas ao longo de sua história. Muitos estudiosos seguem a tendência tradicional de integrar as músicas caipira e sertaneja como subgêneros dentro um só conjunto musical, estabelecendo fases e divisões: de 1929 até 1944, como música caipira (ou música sertaneja raiz); do pós-guerra até a década de 1960, como uma fase de transição da velha música caipira rumo à constituição do atual gênero sertanejo; e do final dos anos sessenta até a atualidade, como música sertaneja romântica.[3] Outros no meio acadêmico, no entanto, consideram música caipira e música sertaneja gêneros completamente independentes, baseado na ideia de que a primeira seria a música rural autêntica e/ou do homem rural autêntico, enquanto a segunda seria aquela feita, como produto de consumo, nos grandes centros urbanos brasileiros por não-caipiras

    Se for adotado o critério de que música caipira e sertaneja são sinônimos, pode-se dividir este gênero musical em alguns subgêneros principais: Caipira (ou Sertanejo de Raiz), Sertanejo Romântico e Sertanejo Universitário.

    Foi em 1929 que surgiu a primeira música sertaneja como se conhece hoje. Ela nasceu a partir de gravações feitas pelo jornalista e escritor Cornélio Pires de causos e fragmentos de cantos tradicionais rurais do interior paulista, sul e triângulo mineiros, sudeste goiano e matogrossense.[1] Na época destas gravações pioneiras, o gênero era conhecido como música caipira, cujas letras evocavam o modo de vida do homem do interior (muitas vezes em oposição à vida do homem da cidade), assim como a beleza bucólica e romântica da paisagem interiorana (atualmente, este tipo de composição é classificada como música sertaneja de raiz, com as letras enfatizadas no cotidiano e na maneira de cantar)

    Além de Cornélio Pires e sua Turma Caipira, destacaram-se nessa tendência, mesmo gravando em época posterior, Alvarenga e Ranchinho, Torres e Florêncio, Tonico e Tinoco, Vieira e Vieirinha, entre outros, e canções populares como Sergio Forero, de Cornélio Pires, O Bonde Camarão de Cornélio Pires e Mariano, Sertão do Laranjinha, de Ariovaldo Pires e Cabocla Tereza, de Ariovaldo Pires e João Pacífico.
    Atualmente, a música sertaneja de raiz ainda sobrevive, sendo divulgada, por exemplo, por Mazinho Quevedo, Miltinho Edilberto, Daniel ou Inezita Barroso, com seu programa Viola Minha Viola.

  • LEANDRO E LEONARDO ZEZÉ DI CAMARGO E LUCIANO E OUTROS SUCESSOS SERTANEJOS PRÁ RECORDAR 4

    1:2:25

    ASSISTA A PLAYLIST QUE PODE MUDAR A SUA VIDA

    Ouça a Playlist Sertaneja no Spotfy
    ----------------------------------------------------------------------------------------------------------------
    VEJA HISTÓRIAS E CURIOSIDADES DA MÚSICA
    Curta o face
    ---------------------------------------------------
    O sertanejo é atualmente o mais popular estilo musical no Brasil, superando inclusive o samba, na maioria dos estados do país (especialmente São Paulo, Minas Gerais, Goiás, Paraná, Mato Grosso do Sul, Mato Grosso, Rondônia e Tocantins)
    O gênero musical sertanejo mais famoso é o sertanejo caipira, ou música caipira, esse gênero musical historicamente teve início com o Bandeirismo, um movimento de desbravamento no interior do Brasil pelos bandeirantes paulistas, no século XVI. Antonio Candido definiu como Paulistânia todo o eixo de expansão e difusão da cultura bandeirante. Região esta onde se fixou o que entendemos por cultura caipira. Os estados de São Paulo, Goiás, Mato Grosso do Sul, metade Norte do Paraná, parte de Tocantins, parte do Mato Grosso e regiões como Sul de Minas e Triângulo Mineiro, são os locais onde se ambientaram esses valores. Parte desses bandeirantes abandonaram a lida das bandeiras, isolando-se e formando roças, foi nas roças do interior paulista que surgiu o homem caipira, e foi la que a música caipira ganhou corpo e notoriedade, pelos canto de seus causos e suas lidas do interior, sendo gravada pela primeira vez em 1929 por Cornélio Pires.

    Inicialmente tal estilo de música foi propagado por uma série de duplas, com a utilização de violas e dueto vocal. Esta tradição segue até dias atuais, tendo a dupla geralmente caracterizada por cantores com voz tenor (mais aguda), nasal e uso acentuado de um falsete típico. Enquanto o estilo vocal manteve-se relativamente estável ao longo das décadas, o ritmo, a instrumentação e o contorno melódico incorporaram aos poucos elementos de gêneros disseminados pela indústria cultural.

    Tais modificações dentro do gênero musical têm provocado muitas confusões e discussões no país a cerca do que seria música caipira/sertaneja. Críticos literários, críticos musicais, jornalistas, produtores de discos, cantores de duplas sertanejas, compositores e admiradores debatem sobre as quais seriam as formas artísticas de expressão do gênero, que levam em conta as mudanças ocorridas ao longo de sua história. Muitos estudiosos seguem a tendência tradicional de integrar as músicas caipira e sertaneja como subgêneros dentro um só conjunto musical, estabelecendo fases e divisões: de 1929 até 1944, como música caipira (ou música sertaneja raiz); do pós-guerra até a década de 1960, como uma fase de transição da velha música caipira rumo à constituição do atual gênero sertanejo; e do final dos anos sessenta até a atualidade, como música sertaneja romântica.[3] Outros no meio acadêmico, no entanto, consideram música caipira e música sertaneja gêneros completamente independentes, baseado na ideia de que a primeira seria a música rural autêntica e/ou do homem rural autêntico, enquanto a segunda seria aquela feita, como produto de consumo, nos grandes centros urbanos brasileiros por não-caipiras

    Se for adotado o critério de que música caipira e sertaneja são sinônimos, pode-se dividir este gênero musical em alguns subgêneros principais: Caipira (ou Sertanejo de Raiz), Sertanejo Romântico e Sertanejo Universitário.

    Foi em 1929 que surgiu a primeira música sertaneja como se conhece hoje. Ela nasceu a partir de gravações feitas pelo jornalista e escritor Cornélio Pires de causos e fragmentos de cantos tradicionais rurais do interior paulista, sul e triângulo mineiros, sudeste goiano e matogrossense.[1] Na época destas gravações pioneiras, o gênero era conhecido como música caipira, cujas letras evocavam o modo de vida do homem do interior (muitas vezes em oposição à vida do homem da cidade), assim como a beleza bucólica e romântica da paisagem interiorana (atualmente, este tipo de composição é classificada como música sertaneja de raiz, com as letras enfatizadas no cotidiano e na maneira de cantar)

    Além de Cornélio Pires e sua Turma Caipira, destacaram-se nessa tendência, mesmo gravando em época posterior, Alvarenga e Ranchinho, Torres e Florêncio, Tonico e Tinoco, Vieira e Vieirinha, entre outros, e canções populares como Sergio Forero, de Cornélio Pires, O Bonde Camarão de Cornélio Pires e Mariano, Sertão do Laranjinha, de Ariovaldo Pires e Cabocla Tereza, de Ariovaldo Pires e João Pacífico.
    Atualmente, a música sertaneja de raiz ainda sobrevive, sendo divulgada, por exemplo, por Mazinho Quevedo, Miltinho Edilberto, Daniel ou Inezita Barroso, com seu programa Viola Minha Viola.

  • BRUNO E MARRONE TOP 10 MELHORES CANÇÕES - MELHORES MÚSICAS DO BRUNO E MARRONE DE 2020

    35:54

    BRUNO E MARRONE TOP 10 MELHORES CANÇÕES - MELHORES MÚSICAS DO BRUNO E MARRONE DE 2020

    ========= Segue: Top Músicas =========

    ► Inscreva-se:

    ► Um novo vídeo para você aqui:

    ► Se gostar, não se esqueça de deixar as opiniões no comentário, inscrever-se no canal para receber as novidades, deixar o seu like e ativar o sininho de notificações ❤

    Bruno E Marrone, Bruno, Marrone, Bruno E Marrone Top 10, Bruno E Marrone Músicas, Bruno E Marrone Melhores Canções, Melhores Músicas Do Bruno E Marrone, Bruno E Marrone 2020, Bruno E Marrone As 10, Bruno E Marrone Canções, Bruno E Marrone Melhores Músicas, Bruno E Marrone As Melhores Músicas, Bruno E Marrone As Melhores, Bruno Marrone,

    #BrunoEMarrone

    #Bruno

    #Marrone

Shares

x

Check Also

Menu